Legionários Brummer, imigrantes alemães e seus descendentes na Guerra do Paraguai

Eduardo Henrique de Souza, Daniel Luciano Gevehr

Resumo


A Guerra do Paraguai (1864-1870) fez com que muitos legionários Brummer, imigrantes alemães e seus descendentes, principalmente de São Leopoldo (RS) e arredores, se engajassem no conflito, em sua maioria através da Guarda Nacional de São Leopoldo, do Batalhão de Voluntários da Pátria nº 33 e da “Bateria Alemã”, formada principalmente pelos Brummer. O artigo aborda a participação dos legionários Brummer, dos imigrantes alemães e de seus descendentes na Guerra do Paraguai, verificando a sua contribuição militar ao longo do conflito.
Pretende-se analisar, ainda, o discurso de alguns desses personagens para compreender a construção de uma memória positiva sobre a sua participação na guerra, bem como a afirmação de que eram cidadãos exemplares de sua nova pátria: o Brasil.


Texto completo:

PDF

Referências


AZÉMA, Jean-Pierre. A guerra. In: RÉMOND, René. Por uma história política. 2. ed. Rio de Janeiro: FGV, 2003. p. 401-439.

BECKER, Klaus. Alemães e descendentes do Rio Grande do Sul na Guerra do Paraguai. Canoas: Hilgert & Filhos Ltda., 1968.

BENTO, Cláudio Moreira. Estrangeiros e descendentes na história militar do Rio Grande do Sul (1635 a 1870). Porto Alegre: A Nação/DAC/SEC, 1976.

CHARTIER, Roger. À Beira da Falésia: a história entre incertezas e a inquietude. Porto Alegre: Ed. Universidade/UFRGS, 2002.

DORATIOTO, Francisco Fernando Monteoliva. O conflito com o Paraguai: a Grande Guerra do Brasil. São Paulo: Ática, 1996.

JODELET, Denise. Representações Sociais: um domínio em expansão. In: ______. (Org.). As representações sociais. Rio de Janeiro: EDUERJ, 2001. p. 18-44.

LENZ, Cristóvão; SCHÄFER, Henrique; SCHNACK, Jorge Júlio. Memórias de Brummer. Porto Alegre: EST, 1997.

ORLANDI, Eni Puccinelli. Interpretação: autoria, leitura e efeitos do trabalho simbólico. 3. ed. Petrópolis: Vozes, 2001.

POLLACK, Michael. Memória e identidade social. Estudos Históricos, Rio de Janeiro, v. 5, n. 10, p. 200-215, 1992.

______. Memória, esquecimento, silêncio. Estudos Históricos, Rio de Janeiro, v. 2, n. 3, p. 3-15, 1989.

PORTO, Aurélio. A “Guarda Nacional” e os “Brummers”. In:______. O trabalho alemão no Rio Grande do Sul. Porto Alegre: Martins Livreiro Editor, 1996. p. 191-203.

______. Na Guerra do Paraguai. In: PORTO, Aurélio. O trabalho alemão no Rio Grande do Sul. Porto Alegre: Martins Livreiro Editor, 1996. p. 203-211.

RÉMOND, René. Do político. In: ______. Por uma história política. 2. ed. Rio de Janeiro: FGV, 2003. p. 441-450.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Acadêmica Licencia&acturas - (ISEI)

ISSN versão eletrônica: 2525-5754