A infância na contemporaneidade e a construção dos saberes

Ana Paula Silveira, José Edimar de Souza

Resumo


O estudo bibliográfico trata do contexto educacional, histórico, político e social da infância na contemporaneidade por meio de estudos teóricos abrangendo o tema proposto. O objetivo do estudo é tornar viável uma educação infantil cujos saberes infantis são projetados nas relações professor-aluno, escola-comunidade e políticas públicas. Averiguar uma infância sustentando os argumentos em autores como Gadotti (2007), Redin (2004; 2008), Larrosa (1997; 1999; 2002), Freire (1996; 2008), Tardif (2012) e outros estudiosos. Valendo-se da metodologia de análise bibliográfica, o estudo indica que, em muitos casos, o saber dos alunos evidenciado em situações cotidianas escolares não é utilizado com frequência no planejamento pedagógico dos professores.


Texto completo:

PDF

Referências


ARIÈS, Philippe. História social da criança e da família. Rio de Janeiro: LTC, 1978.

BARROS, João Paulo Pereira; COLAÇO, Veriana de Fátima Rodrigues. Biopoder e normalização da infância: apontamentos sobre a instrumentalização do lúdico. Psicol. Argum., Curitiba, v. 31, n. 73, p. 331-340, abr./jun. 2013. Disponível em: . Acesso em: 01 jun. 2017.

BAUMAN, Zygmunt. O mal estar da pós-modernidade. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 1998.

CARDOSO, Aliana Anghinoni; DEL PINO, Mauro Augusto B.; DORNELES, Caroline Lacerda. Os saberes profissionais dos professores na perspectiva de Tardif e Gauhier: contribuições para o campo de pesquisa sobre os saberes docentes no Brasil. In: SEMINÁRIO DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO

DA REGIÃO SUL, 2012, Caxias do Sul. Anais eletrônicos... Caxias do Sul: UCS, 2012. Disponível em: . Acesso em: 01 jun. 2017.

CORSARO, William A. Sociologia da infância. 2. ed. Porto Alegre: Artmed, 2011.

FREIRE. Paulo. Medo e ousadia. São Paulo: Editora Paz e Terra, 2008.

______. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1996.

GADOTTI, Moacir. A escola e o professor: Paulo Freire e a paixão de ensinar. São Paulo: Publisher Brasil, 2007.

KHULMANN Jr., Moysés. Educação Infantil no Século XIX. In: STEPHANOU, Maria; BASTOS, Maria Helena (Org.). Histórias e memórias da educação no Brasil: v. 2: século XIX. Petrópolis, RJ: Vozes, 2004.

______. Infância e educação infantil: uma abordagem histórica. Porto Alegre: Mediação, 1998.

LARROSA, Jorge. El enigma de la infancia. Barcelona: Virus, 1997. Disponível em: . Acesso em: 22 jan. 2017.

______. Pedagogia profana: danças, piruetas e mascaradas. Letras, Curitiba, n. 51, p. 197-199, jan./jun. 1999. Tradução Alfredo Veiga-Neto. Disponível em: . Acesso em: 21 jan. 2017.

______. Notas sobre a experiência e o saber de experiência. Rev. Bras. Educ. Rio de Janeiro, n. 19, p. 20-28, jan./abr. 2002. Disponível em: . Acesso em: 23 jan. 2017. http://dx.doi.org/10.1590/S1413-24782002000100003.

OLIVEIRA, Zilma de Moraes Ramos de. Educação infantil: muitos olhares. 7. ed. São Paulo: Cortez, 2007.

REDIN, Euclides. Pedagogos(as) de crianças e pensadores críticos da educação. In: FÓRUM DE PEDAGOGIA, I.; SEMANA ACADÊMICA DO CURSO DE PEDAGOGIA, 10, 2008, São Leopoldo. Epistemologia e políticas educacionais da Pedagogia: desafios e contradições. São Leopoldo: Casa Leiria, 2008. Disponível em: . Acesso em: 17 fev. 2017.

______. O espaço e o tempo da criança: Se der tempo a gente brinca. Cadernos Educação Infantil. 5. ed. Porto Alegre: Ed. Mediação, 2004.

TARDIF, Maurice; RAYMOND, Danielle. Saberes docentes e formação profissional. 13. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2012. Educação & Sociedade, ano XXI, n. 73, dezembro/00212. Disponível em: . Acesso em: 20 jun. 2017.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Acadêmica Licencia&acturas - (ISEI)

ISSN versão eletrônica: 2525-5754