A aprendizagem de acordo com a Neurociência: tempo, memória e atenção como método de estudo

Giovani Meinhardt

Resumo


Depois de introduzir o tema da neurociência na ótica do neurocientista Ivan Izquierdo, buscamos avaliar sua excelência como ferramenta educativa. As pesquisas neurocientíficas auxiliam na orientação dos estudos, utilizando memória, atenção e administração do tempo como métodos eficazes de desempenho. Por fim, faremos considerações críticas sobre os adversários desta corrente científica.

Texto completo:

PDF

Referências


ALVES, Rubem. O amor que acende a lua. Campinas, SP: Papirus; Speculum, 1999.

BRITO, Farias. A base física do espírito. Brasília, DF: Senado Federal, 2006.

BROADBENT, Donald E. Perception and communication. Oxford: Pergamon Press, 1966.

______. Comportamento. São Paulo: Perspectiva, 1972.

GABRIEL, Markus. Não sou meu cére-bro: filosofia do espírito para o século XXI. Petrópolis, RJ: Vozes, 2018.

GOLDBERG, David. Questionário de saúde geral de Goldberg: manual técni-co QSG. São Paulo: Casa do Psicólogo, 1996.

HAN, Byung-Chul. Agonia do Eros. Petrópolis, RJ: Vozes, 2017.

HATTIE, John; ZIERER, Klaus. 10 prin-cípios para a aprendizagem visível. Porto Alegre: Penso, 2019.

IZQUIERDO, Ivan. Tempo e tolerância. Porto Alegre: Ed. Universidade UFRGS, Sulina, 1998.

______. Tempo de viver. São Leopoldo: Editora da Unisinos, 2002.

______. Questões sobre memória. São Leopoldo: Editora da Unisinos, 2004.

______. Releituras do óbvio. São Leo-poldo: Editora da Unisinos, 2006.

______. A arte de esquecer: cérebro e memória. 2. ed. Rio de Janeiro: Vieria et Lent, 2010.

______. Silêncio, por favor! 2. ed. São Leopoldo: Editora da Unisinos, 2011.

________. Memória. 3. ed. Porto Alegre: Artmed, 2018.

NUNES, Carlos Henrique Sancineto da Silva; HUTZ, Claudio Simon; NUNES, Maiana Farias Oliveira. Bateria fatorial de personalidade (BFP): manual técni-co. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2010.

PUTNAM, Hilary. A tripla corda: mente, corpo e mundo. Lisboa: Instituto Piaget, 1999.

SACKS, Oliver. Alucinações musicais: relatos sobre a música e o cérebro. São Paulo: Companhia das Letras, 2007.

SPAEMANN, Robert. Pessoas: ensaios sobre a diferença entre “algo” e “alguém”. São Leopoldo: Editora da Unisinos, 2015.

TÜRCKE, Christoph. Hiperativos!: abai-xo a cultura do déficit de atenção. São Paulo: Paz e Terra, 2016.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Acadêmica Licencia&acturas - (ISEI)

ISSN versão eletrônica: 2525-5754